A importância de uma equipe médica multidisciplinar

Tempo de leitura: 1 minuto

equipe-medicaOlá leitores! Como estão? Eu estou muito bem agora que já se passaram quase três meses da cirurgia. E tenho algumas novidades…

Fui à nutricionista especializada em doenças inflamatórias intestinais e minha rotina será frequentar o consultório de mês em mês (ou a cada 45 dias). Estou preparando alguns posts sobre nutrição e sobre minha nova vida pós-cirurgia.

Mas antes, gostaria de comentar brevemente sobre a importância de os pacientes de doença de crohn e colite ulcerativa (as Doenças Inflamatórias Intestinais – DII) terem acompanhamento constante de uma equipe médica multidisciplinar, composta de:

1. Gastroenterologista: profissional responsável pelo acompanhamento clínico/ambulatorial do paciente. É ele quem prescreve a mediação e o tratamento.

2. Coloproctolgista: profissional responsável pelo acompanhamento das doenças perianais (se existirem) e demais manifestações.

3. Cirurgião: profissional responsável pela cirurgia, se necessária.

4. Nutricionista ou Nutrólogo: profissional responsável pela dieta do paciente, buscando melhora na qualidade de vida e diminuição dos sintomas.

5. Psicólogo ou psiquiatra: profissional responsável pelo acompanhamento psicológico do paciente, que muitas vezes pode sofrer de depressão ou outros distúrbios.

6. Ostomoterapeuta: profissional capacitado em técnicas utilizadas na assistência de pacientes ostomizados (se o paciente for ostomizado)

É muito importante que os pacientes frequentem os consultórios de profissionais que realmente confiem e que estejam dispostos a conhecer o caso e a tratar corretamente.

Eu sei, por experiência própria, que a maioria dos médicos no Brasil não cria a empatia desejada com o paciente e por isso demorei muito a compor minha equipe.

Por isso, procure bem, vá a diversos médicos, pergunte, questione e pare no que te agradar, levando em consideração o conhecimento especializado na doença, como postei anteriormente.

Gostou?